Existem muitas formas de se consagrar a Nossa Senhora, a que apresento a vocês é do livro “Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem”.

Esse livro foi escrito por São Luís Maria Grignion de Montfort. Ele nasceu na França em 1673, se tornou padre, pregou o Santo Evangelho e fez de tudo para ensinar o caminho mais rápido, fácil e fascinante para chegar até Jesus por meio da Consagração Total e Liberal à Virgem Maria.

Por mais de 100 anos o tratado ficou escondido do demônio em um baú, sobre isso, São Luís Maria diz:

Vejo claramente no futuro, animais frementes que se precipitam com furor para estraçalhar com os dentes diabólicos este pequeno escrito e aquele de quem se serviu o Espírito Santo para escrevê-lo; ou para sepulta-lo, ao menos, no silêncio de um armário, a fim de que não veja a luz.”

O Papa João Paulo II tinha o livro como seu livro de cabeceira e adotou como lema o Totus Tuus, Mariae, isto é, “Sou todo teu, ó Maria”.

Confiram esse vídeo do Padre Paulo Ricardo:

A Consagração à Virgem Maria consiste em uma consagração total da sua vida e de doação dos seus méritos, seus bens passados, presentes e futuros à Mãe. É uma consagração interna, total a Jesus pelas mãos da Virgem Maria e o essencial é seu coração consagrado.

Matheus do canal no Youtube, O Cristocêntrico, disse em uma live no Instagram (@mathcolodedeus): “Aquele que vai a Maria chega em Jesus e aquele que chega em Jesus vai a Maria.” Ele tem vários vídeos no IGTV sobre Maria, vale a pena conferir. 

O processo para se consagrar dura um mês e é importante seguir os 7 passos até o dia da consagração, são eles:

  1. ler e estudar o tratado;
  2. escolher uma data, de preferência Mariana, lembre-se que todos os anos você deve renovar sua consagração;
  3. iniciar os exercícios espirituais 33 ou 30 dias da data escolhida. Os exercícios são: 12 dias preliminares (desapegar-se do espírito do mundo), primeira semana (adquirir conhecimento de si mesmo), segunda semana (adquirir conhecimento da Santíssima Virgem), e terceira semana (adquirir conhecimento de jesus cristo). Importante lembrar que cada semana tem suas orações específicas;
  4. escrever ou imprimir a fórmula de consagração que está no final do tratado;
  5. fazer uma boa confissão no dia da consagração ou alguns dias antes;
  6. fazer algum tributo a ser entregue a Nossa Senhora no dia da consagração (exemplos: um jejum, uma peregrinação);
  7. no dia da consagração, é indicado participar da Santa Missa, comungar e após a comunhão ler a fórmula, assinar, pedir ao padre, diácono ou alguém que te acompanhou no processo que assine também como testemunha, e ao final colocar a cadeinha, se for utilizar.

A consagração a Nossa Senhora é pra quem quer ser de Deus!

Finalizamos com uma música linda da banda Missionário Shalom.

 

Bruna Borges Bianchi

Santuário Basílica Nossa Senhora da Abadia

Arquidiocese de Uberaba/ MG

 

Referências:

https://santo.cancaonova.com/santo/sao-luis-maria-grignion-de-montfort-devoto-a-virgem-maria/

https://www.youtube.com/watch?v=uT_GtA8GzkQ&t=310s

https://www.instagram.com/mathcolodedeus/